Postagem em destaque

Novo site no Ar!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Visão do Amor pelas Almas

QUE A PAZ DO SENHOR JESUS INUNDE OS VOSSOS CORAÇÕES.


Graça e Paz irmãos, hoje venho trazer o relato de um rapaz que teve uma visão da parte do SENHOR. Achei muito real e interessante, então confere aí!

(Click em Continue Vendo)

O texto a seguir não foi alterado.


Há 2 anos, partilhei isto no facebook. Muitas pessoas foram tocadas por este testemunho. Tanto cristãos como não cristãos. 
Pela segunda vez, volto a partilhar a visão que tive em meados de 2008. 
Visão acontece quando se está acordado. 
Não sou colecionador de likes, amigos virtuais, ou coisas do tipo. Apenas sigo em frente com a missão que me foi confiada. Sem questionar. 
A algumas poucas pessoas, partilhei esta visão individualmente, por direcionamento de Deus.

Hoje, mais uma vez, chegou-me o "sinal" para partilhar coletivamente. Perdoem-me os erros. Faço questão de lançar o original, que escrevi imediatamente após o fenômeno.

Seja toda glória, honra, louvores a Deus. 
Em nome de Jesus, amém .

AGOSTO 2008 +/- 3h madrugada 
===========================================================
Vi claramente....em pensamento vívido....aquele pensamento que vêem à mente pouco antes de pegar no sono.....ainda bem acordado!

Vi uma espécie de "salvador", enorme, de boa aparência. Andando pelo meio do povo.Mas senti que não era! Avisei às pessoas p/ não aceitá-lo em hipótese alguma. Era uma época em que houve uma espécie de "inversão". Nesta "inversão", Cristo era tido como o MAL, e este novo "salvador" como o BEM.

Ao passar por mim, com um simples olhar(c/ódio) e o mover do indicador, este "ser" lançou-me em algum lugar muito profundo...Neste lugar havia muita gente, e todos estávamos em um rio de lava incandecente. Tudo em nós era fogo e lava grudada. Éramos pessoas afundadas em lava. Olhos, boca,ouvidos,membros. A lava batia na altura do peito! E nos movíamos lentamente, como no mar! Não conseguíamos falar.Apenas gemidos altos saiam de nossas bocas. A dor era indescritível!

Ao observá-los, perecebí que estavam todos perdidos, desorientados. Nenhum sabia oq acontecia, para onde ir, tampouco o que fazer...desespero agonizante!

Então , fui à margem deste rio de lava e escolhi minha mão esquerda para escrever a seguinte palavra: JESUS

À medida que escrevia, minha mão gastava como um giz. E as letras eram feitas de fogo. Fogo da minha carne!

Explicarei o "escolhi minha mão esquerda":

Pouco antes de começar a escrever, tinha plena consciência de ser guitarrista e sabia que a mão utilizada seria gasta/destruída. Escolhi a mão esquerda, pois minha destra é o instrumento poderoso, onde está minha técnica. Pensei que poderia ainda seria útil ao SENHOR apenas com a destra... a mão direita!

Depois que consegui escrever JESUS, fui de 1 em 1. Apontava a palavra, apontava para o alto, e juntava as mãos de cada 1 deles em oração! Eles começaram a entender, e a juntar as mãos em oração, voltando suas cabeças em chama p/ o alto, em direção à parte superior da caverna, e a urrar ... pois não conseguíamos formar palavras!

Eu avancei vagarosamente mais a frente, e comecei a trazer o máximo de pessoas que conseguia. Sabia que no meio daquele desespero, para onde uns começassem a ir, a maioria seguiria. Como uma reação em cadeia!

E isto aconteceu! Chegavam, liam a palavra, olhavam os demais de mãos juntas, gemendo para o alto ... todos entenderam : Suplicar a CRISTO para nos salvar !!!

De repente, alguém, fora do rio de fogo, uma espécie de carcereiro/sentinela, aproximou-se de onde estávamos, e com 2 poderosos golpes de chicote, cortou-me os 2 braços! Os braços ajudavam a firmar apoio na densa e movimentada lava, como quem se equilibra qdo está no mar!

Ao perder este apoio, afundei na lava.

Respirava a lava, entrava em meus pulmões. Mas eu não afogava, não morria! Sò sentia tudo o que a ingestão de lava incandecente era capaz de fazer a um organismo vivo ... sim .... éramos vivos lançados em um rio de lava, sem a possibilidade da morte.

Sentí-me sendo levantado pelos demais q estavam perto. Mantinham minha cabeça fora da lava!

ENtão , olhei para o alto e URREI com força! Uma luz ... um misto de azul claro com laranja, ergueu-se timidamente uns 2m de altura. A caverna tinha uns 30m de altura! QUando todos perceberam a luz, começaram a urrar com força! E de cada um saia a mesma luz. Instintivamente, fomos adotando o mesmo ritmo, pois , separados, a luz de cada 1 subia uns poucos 2 , 3 metros. Mas juntas, quando em uníssono, as luzes alcançaram altura surpreendente .. então aconteceu ...

Nossa luz tocou o teto da caverna, que quebrou-se instantaneamente. Pela passagem aberta, vimos o céu da noite, linda, limpa, cheia de estrelas... Exatamente abaixo da abertura, um foco de luz azulada descia até a lava, formando uma circunferência. A abertura era de +- 15m de diâmetro!

E eles começaram a descer ... e a levar carinhosamente as pessoas daquele rio de fogo! Eram anjos... Eles levavam apenas os que se encontravam sob o foco de luz azul clara! Todos os que estavam distantes compreenderam e dirigiram-se para baixo do foco ... como uma reação em cadeia! Um número incontável de pessoas em chamas!

Foi quando sentí algo muito forte, uma intuição viva : que precisava ficar por último, pois algo me dizia que, somente assim, todos seriam resgatados! Ao mesmo tempo sabia que, ficando por último, afundaria novamente ...

Então decidi sentar no fundo do rio. (choro neste exato momento, enquanto escrevo, pois o que aconteceu na sequência jamais será esquecido)

Dobrei minhas pernas e sentei. Resignado. E desta vez , ninguém me levantou.

Após algum tempo, no rio de lava não tinha mais ninguém. Os anjos voavam em círculos, pois sabiam que tinha mais 1, mas não conseguiam ver.

De súbito, todos os anjos (centenas) , cessaram o vôo e alinharam-se em posição solene, em silêncio absoluto, como que preparando a passagem de alguém pela fenda aberta.

O rio parou. Toda a lava sob a nova luz, e alguns metros além da luz, desapareceu, limpando uma grande área circular. Foi quando me ví sentado, sem os braços, no fundo do rio, pernas recolhidas, encostado na parte inferior da margem. Era uma visão panorâmica. Via de longe, a fenda, os anjos alinhados, o rio parado, a "clareira" que se formou, e um pontinho de fogo pequeno lá embaixo...eu.

CRISTO .... JESUS ... Aquele cujo Nome escrevi na margem, com letras de carne e fogo, passou pela fenda, desceu até onde eu estava sentado, ainda em chamas, pegou-me no colo e levou-me com ELE ...

Apenas 1 frase foi dita p/ mim:
" O teu amor por eles fez isso tudo ..."

2 comentários:

  1. Lindissímo!!!! chorando aqui agora.... que experiência maravilhosa, no fim só Ele mesmo que resgata!!Jesus é maravilhooooossssoooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DEUS abençoe pela visita, temos mais artigos e conteúdos edificantes. Volte Sempre. SHALOM!

      Excluir