Postagem em destaque

Novo site no Ar!

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

O Amor de Deus!


DEUS! Esse é o ser mais cobiçado, mais estudado, mais magnifico e mais encantador que já existiu! Hoje em dia, muitos têm definições de quem é Deus, várias religiões e até os evangélicos tem a sua. Mas a melhor e única definição é encontrada na Bíblia: Deus é amor (1 João 4:8).

Em muitas igrejas não é pregado o verdadeiro amor de Deus, é muitas vezes enfatizado o juízo de Deus sobre o pecado, o poder de Deus, a unção, o fogo, e parece que as pessoas não conseguem compreender o principal de Deus, que Ele as ama. Que Ele as ama incondicionalmente, extraordinariamente, apaixonadamente, loucamente, não importa o que elas façam, Deus as ama. O amor de Deus não muda. Muitos têm dificuldade de compreender que Ele também ama os pecadores, assim como ama aos crentes. Muitas igrejas e pessoas pregam um Deus que está sempre irado, um Deus que apenas olha para a Lei, um Deus legalista, que coloca fardos em nossas costas. Mas eu tenho uma boa notícia: você não precisa de nada disso, não precisa mais se preocupar, por que Deus te ama. Agora trago para você uma nova revelação, a verdade é que mentiram para você quando disseram que Deus apenas tem amor, mentiram quando disseram que Deus é uma expressão de amor, mentiram quando disseram que Ele é a maximização do amor, mentiram, a verdade é que DEUS É O AMOR! Compreenda o quão isso é profundo, Deus é o amor, não há Deus sem amor, nem amor sem Deus, o amor não se constitui fora dEle, o amor não é um atributo de Deus, o amor É Deus! Quero que você absorva isso em seu coração. Eu quero que você entende uma coisa, DEUS O AMA, não importa o que você faz ou deixa de fazer, o amor dEle para com você não muda, que maravilhoso seria se eu pudesse colocar isso em sua cabeça. Você não pode e não precisa fazer nada para ganhar ou perder o amor do Pai.

Fico pensando, o que Paulo quis dizer quando disse: Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus. (Efésios 3:17-19)

Paulo queria que os Efésios conhecessem por completo o amor de Deus, e que nesse amor eles fossem plantados. Isso quer dizer que existe mais, mais, mais, e muito mais. Existe uma dimensão no amor de Deus, onde você não precisa mendigar o amor alheio, existe uma dimensão no amor de Deus, onde você não precisa se preocupar se o seu Pai lhe ama ou não, existe uma dimensão no amor de Deus, onde você mesmo sabendo que esse Pai tem muitos filhos, percebe que Ele se dá por inteiro a cada um como se não houvessem outros, existe uma dimensão no amor de Deus, onde a carência, o medo, a doença, a pobreza, a nudez, são quase que insignificantes, diante das delícias que enchem a sua alma, diante da plenitude de amor e carinho vindos do Pai, existe uma dimensão no amor de Deus, onde mesmo você sabendo que é um miserável pecador, você sabe que Deus o ama, e como um bom e amoroso Pai, ele conhece as suas necessidades, seus medos, suas alegrias e desejos, e Ele condescendentemente se inclina para lhe ouvir e lhe chamar de filho, existe uma dimensão no amor de Deus em que você fica pleno, não necessitando mais de nada. Sabe o que é o melhor? Que você não precisa fazer NADA para entrar nessa dimensão, não precisa de jejuns prolongados, orações, sacrifícios, nada, você pode apenas receber esse amor dado através de Cristo. Não há nada a fazer! Na verdade Deus está lhe amando intensamente agora, nesse instante. Viva isso: Deus lhe ama! Apenas abra a sua boca e através de Jesus diga: Papai, meu Pai! EU SOU TEU FILHO!

Agora você se pergunta. Como sei que Deus me ama? Qual a prova de tão gratuito, imenso e eterno amor? E é esta: Deus enviou o seu Filho Jesus para morrem em seu lugar, e em uma cruz Jesus assumiu todos os seus pecados, e ainda hoje esse amor permanece por você e por toda a humanidade, imutavelmente. Esse é o verdadeiro evangelho, o seu pecado não pode fazer Deus deixar de lhe amar, nada pode roubar esse amor de você, por que Ele te amou quando você ainda era pecador (Rm 5:8). Deus não ligou para o seu pecado ele apenas o amou e te adotou como filho querido através da Sua Graça. Quando você confia em Jesus, quando o Pai olha para você Ele não vê mais a você nem ao seu pecado, Ele não vê o que você fez ou deixou de fazer, Ele vê a Jesus, a Sua obra na cruz. Quando o Pai olha para você Ele vê a Cristo! Jesus substituiu você na ira de Deus e você substitui Jesus no amor de Deus. “Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu: que fôssemos chamados filhos de Deus, o que de fato somos! ” (1Jo 3:1). Compreenda quem você é, um filho de Deus amado e querido por Ele.

Muitos ateus e religiosos tentam rotular Deus, mas Ele é superior a toda ideia dos homens, sendo que Ele mesmo se revelou, dizendo: Eu sou a Amor!

Sim, é isto que você acabou de ler, Amor! Uma palavra tão pequena, mas que pode definir o Ser Supremo de todo o Universo. A Bíblia nos mostra essa definição desde o começo, e acho que a humanidade não levou a sério, assim como não levou a sério a ideia de Deus se fazer um homem e morrer de forma tão simples, tão ultrajante, tão... humilhante... em uma cruz. Isso é um escândalo para o mundo e para aqueles que buscam mistificar Deus. Um Deus Salvador morrer, e ainda por cima em uma cruz suja e tão comum? Isso é digno de alguém que se proclama Salvador? Se há um Deus e se Ele quer nos salvar, onde estão os anjos, as trombetas, o cavalo branco pura raça, as luzes gloriosas, o fogo ardente descendo do céu, vozes estrondosas, violentos terremotos, onde está o braço forte de Deus? A salvação estava ali, não poderia haver mais Deus naquele lugar, naquela cruz. Em um homem ensanguentado, surrado, sujo, feio, zombado, cansado. Deus estava ali, demostrando o que sabe fazer de melhor, mostrando quem Ele realmente é, demonstrando em um ato, ato esse que as palavras não podem descrever, e se pudessem não seriam dignas, um ato explosivo, cheio de sentimentos, e expressões ao extremo. Isso é o que a cruz significa: Que há um Deus com um tão explosivo coração, pulsante de Amor, tão cheio de amor, mas tão cheio, que Ele não aguentou a vida longe de você, e em um ato de loucura tão docemente apaixonada, se atirou à Terra, como num desespero por recuperar algo que está caindo no chão, para tentar te resgatar, DEUS ESTAVA SALVANDO O MUNDO ATRAVÉS DE UM HOMEM MORRENDO EM UMA CRUZ! E boas notícias: Ele conseguiu. Basta apenas aceitar esse presente. Deus estava mostrando quem Ele é: O Amor.

Muitos buscam a comunhão com Deus, mas não sabem que Ele já está comungando conosco, agora, Ele não poderia estar mais perto, na verdade, Ele está mais perto que a pele em seus ossos, talvez você não esteja acreditando nisso, mas essa é a verdade do evangelho: JESUS NOS RECONCILIOU COM DEUS, PARA SEMPRE! Aceite isso, Deus continuará lhe amando, aconteça o que acontecer, não tente colocar em você uma carga, apenas aceite a Graça de Deus. O Pai está de pé, de braços abertos, na sala do Trono da Graça lhe esperando.

Se você aceitar o amor de Deus e reconhecer que Ele o ama, então você tocou em Deus. Recebe e perceba que Deus lhe ama, poderosamente, se jogue nos braços infalíveis do Pai. Quero que saiba que em todos os estudos o principal não é ter conhecimento de certo assunto, saber quem está certo ou errado, mas manifestar Cristo. Oro de todo o meu coração para que Deus venha se revelar a você, e oro para que você experimente, conheça e sinta o Amor de Deus.


Nenhum comentário:

Postar um comentário