Postagem em destaque

Novo site no Ar!

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Guerra, guerra, guerra... e agora?

Olá, bênçãos do Senhor a todos! Faz tempos que não posto nada no blog. Mas algo nesses dias me incomodou: a ocorrência de tanta barbárie somados a tantos eventos catastróficos. Parece que o mundo está dando voltas, reinos e exércitos se movimentado, catástrofes acontecendo, muito sofrimento espalhado pelo mundo, como se estivesse acontecendo o que muitos reivindicam para esses dias: o fim do mundo. Estava pensando nisso e me perguntei: Qual a posição do cristão perante isso e como ele deve agir? 



Sabemos que temos vivido um período de muitas lutas para nós que somos cristãos, sentimos opressão física - alguns como é o caso da Igreja perseguida (Deus seja com eles) - emocional, psicológica e principalmente espiritual.

Resolvi escrever isso por que esses dias tenho conversado com muitas pessoas, algumas cristãs e outras não, acerca do que está acontecendo no mundo, muitas vêm me procurar por causa do medo e ansiedade, e como sou evangélico elas vêm me pedir oração, perguntar o que a Bíblia diz sobre o fim dos tempos...

Enfim, como sabemos a alguns dias atrás houve um atentado em Paris por parte do Estado Islâmico que abalou o mundo, o pânico tomou conta das pessoas, pois estamos sendo ameaçados de uma iminente Terceira Guerra Mundial.

Mas o que me chamou mais a atenção foi a reação dos cristãos, estava eu nesses chats de internet conversando com um grupo de irmãos e a maioria revelou que tem medo de uma coisa: perseguição. Grande parte estava dizendo que teria medo de morrer ou de negar a Cristo, para mim esse medo é normal, pois todos temos receio do que é desconhecido, que no caso é a morte, algo totalmente abstrato para nós. Mas fiquei chocado pelo fato de muitos estarem com dúvida na fé, dizendo que poderiam negar a Cristo ou teriam medo de fazê-lo. Ora o cristão deve estar convicto de sua fé, que é santíssima e inabalável.

Pois bem, em tempos de terror, guerras mundiais às portas, o que o cristão deve fazer?
Criei uma pequena lista com as reações que os cristãos devem ter perante a calamidade do mundo. Vamos lá:

1) O Cristão deve utilizar esses dias para evangelizar.

Como dito no início muitos têm medo do que está por vir, tanto crentes como descrentes, e não há momento melhor para mostrarmos para o mundo que Jesus ama as pessoas e quer salva-las de tribulações vindouras e do castigo eterno. Podemos utilizar os jornais para mostrarmos as pessoas da família o quanto o mundo está nas trevas e leva-las até a Cristo, ou até mesmo para um desconhecido ou amigo, para desconhecidos podemos talvez no metrô, ônibus, táxi, fila do banco, puxarmos um papo com alguém sobre o que está acontecendo hoje, como o mundo está caótico, e mostrar a elas que isso são sinais da Vinda de Cristo, e que logo Jesus reinará para sempre e nunca mais haverá sofrimento ( muitas vezes os próprios descrentes puxam o assunto, o que facilita a aproximação para a pregação). Podemos utilizar esses dias para fazer o bem, oferecermos uma oração, uma palavra de consolo e o melhor de todos oferecer Cristo. Que melhor momento para praticarmos a Grande Comissão. Lembre-se, quando for pregar e/ou evangelizar faça tudo com prudência, pureza, respeito, sabedoria e serenidade. 


2) O Cristão deve se aproximar mais de Deus.

Sabemos que em tempos difíceis todos nós precisamos de um apoio, e que apoio maior e melhor do que Deus?  Nesses tempos de tribulação o diabo vem nos tentar e por medo em nossos corações, fazendo-nos pecar ou desistir de Jesus, por isso o cristão deve se apegar mais a Deus e ao Seu Reino, perseverando na oração e na leitura das Escrituras, para melhorar o seu relacionamento com Deus e ainda reforçar o primeiro tópico, pois um bom evangelismo requer oração e conhecimento das Escrituras. O cristão deve buscar refúgio em Deus e em Suas promessas, não se deixando abalar pelas tribulações desta vida.



3) O Cristão deve se alegrar, pois Jesus está voltando.

Sim! Sabemos que Jesus disse que guerras, rumores de guerras, nação se levantando contra nação e um reino atacando o outro seriam sinais que a Sua Vinda está perto, e o cristão deve se preparar e acima de tudo se alegrar, pois, logo ele estará na casa do Pai, onde todos os medos, angústias, tormentos e aflições dessa vida serão aniquiladas pelo Amor e Alegria de Jesus. Por isso o cristão não deve ter temor algum quando ouve notícias catastróficas pois isso mostra que está perto a hora da nossa redenção!


Fiquemos calmos e esperançosos em Deus e se acaso viermos a sofrer perseguição por causa da fé verdadeira, seremos fortes e irredutíveis, sempre confiantes em Deus e no Seu Espírito, não pensando em desanimar, mas antes devemos nos espelhar na Igreja Primitiva que não tinha medo de perseguições, muito pelo contrário, estava sempre pronta para morrer pela verdade de Deus, como Paulo disse, todos os dias nós somos entregues a morte (Rm 8:36), ora se os extremistas muçulmanos tem coragem de matar pela sua “verdade“, nós também temos coragem de morrer pela nossa, se eles matam para fazer o mal, morreremos por ter feito o bem, e não renunciaremos a fé, ora que há melhor do que Cristo e o Evangelho?

Que a Coragem, a Força e a Graça de Deus que é nossa por estarmos unidos com Cristo seja com todos vocês, amém!

Deus sabe mais.

Um comentário:

  1. Oi, tudo bem? Veja as previsões de ALINE para 2016, https://youtu.be/pXR7qFzXVqo #previsões2016

    ResponderExcluir